Alinhamento dos membros inferiores

Alinhamento dos Membros Inferiores

Alinhamento dos Membros Inferiores

 

Boa tarde hoje falaremos sobre o alinhamento dos membros inferiores, ou seja, sobre as diferentes angulações existentes entre a região da coxa e a região da perna. Os chamados joelhos arqueados, joelhos neutros e joelhos em tesoura.
Nossos membros inferiores podem ser alinhados sucintamente de 3 maneiras: em valgo (quando os joelhos se tocam ou se aproximam); em neutro (quando o osso do fêmur e a tíbia formam uma linha reta); e em varo (quando os joelhos se afastam)

 

 

O fisiológico ou o natural, é encontrarmos os membros inferiores em discreto valgo em torno de 5° à 8° de angulação. Porém observamos um número razoável de pacientes com genovaro simétrico ( pessoas com os 2 joelhos arqueados na mesma angulação ) e o genovalgo simétrico ( pessoas com as 2 joelhos em tesoura na mesma angulação )

O genovaro varo simétrico é comum de ser observador em atletas de futebol por exemplo e não traz nenhum malefício ao paciente, salvo em angulações muito elevadas.

O genovalgo simétrico muito comum em mulheres, também não traz nenhuma complicação aos pacientes quando em angulações pequenas.

 

Alinhamento dos membros inferiores

 

Quando observamos um lado assimétrico, ou seja, um diferente do outro, o quadro de dor já pode ser observado. Nesses pacientes devemos realizar a radiografia panorâmica de membros inferiores para quantificar o tamanho da deformidade e se de fato está assimétrica.

Nos casos de joelhos com varo assimétrico, também chamado de genovaro, o compartimento medial está mais “apertado” do que o compartimento lateral, o peso do corpo do paciente passa todo sobre essa região, e isso a médio prazo pode gerar danos a cartilagem e ao menisco medial, predispondo a artrose precoce. Nesses casos devemos realizar uma cirurgia (chamada de osteotomia tibial valgizante) para realinhar o membro inferior do paciente, obtendo assim uma distribuição melhor do peso do paciente no joelho acometido, diminuindo assim a progressão da artrose e conseqüentemente melhorando o quadro de dor.

 

Genovaro assimétrico pré-operatório

Genovaro assimétrico pré-operatório

 

Pós-operatório do paciente com Genovaro assimétrico, agora com os membros inferiores alinhados

Pós-operatório do paciente com Genovaro assimétrico, agora com os membros inferiores alinhados

 

 

O mesmo ocorre nos joelhos em valgo assimétricos, nesses casos o compartimento acometido é o lateral, podendo levar também à lesões condrais (de cartilagem), e meniscais com o problema da artrose precoce novamente aparecendo. O tratamento também é através de um realinhamento do membro do paciente.
Estas assimetrias ou diferenças entre às angulações dos joelhos, podem ocorrer de forma idiopática (sem causa aparente), tramática (lesões ligamentares) ou congênitas (como na doença de Blount por exemplo).

Uma pessoa que lesionar o ligamento cruzado anterior e não operar, pode desenvolver o chamado duplo ou triplo varo no decorrer dos anos. E quando tal fato ocorre deve realizar uma cirurgia para realinhar a perna antes de reconstruir o ligamento lesionado.
Portanto em caso de dúvida sobre o alinhamento de suas pernas, ou na suspeita de alguma alteração relata acima, não deixe de passar por um especialista na área, para evitar problemas futuros.

Atenciosamente,

Dr José Leonardo Rocha de Faria

 

Conheça também Vitamina D, saiba sua importância na musculatura!  

 

CONTATO

Para agendar sua consulta preencha o formulário abaixo e entraremos em contato dentro de 1 dia útil.

Posted on 21 de junho de 2018 in Lesões

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top